sexta-feira, 6 de novembro de 2009

(17) Preparando-se para a Caçada (Parte VI)

sexta-feira, 6 de novembro de 2009
De repente, eis que, ao longe, surge na rua que cruzava pelo beco, uma silhueta apressada. Chantal salta imediatamente, colocando-se de pé ao lado da jovem.

- Achamos o que procurávamos! – Fala baixinho, tentando não se fazer escutar pelo transeunte.
- E o que seria? – Aimée estava confusa. Num momento estava com Chantal em seus braços, em outro ele apontava uma pessoa a passear pela rua. A jovem não entendia os devaneios do mestre. O homem parecia ter nascido para estragar qualquer momento que implicasse em sentimentos ou emoções profundas.

- Seu jantar, é claro! – Brinca o mestre.

- Acha que estou pronta? O que faço?

- Vamos segui-lo e analisá-lo por alguns instantes, quando for o momento eu lhe direi.

Aimée concordou com a cabeça. De fato, não esperava que o mestre a deixasse sozinha em situação tão adversa. Afinal, era sua primeira caçada e não fazia idéia de como seria ou de que precisaria fazer.

Chantal fez sinal para que o acompanhasse pelos telhados novamente. Do alto, os dois se aproximavam da figura que cruzara o beco. Era um homem de meia idade, magro, que parecia vagar sem um rumo certo. Aimée percebeu isso porque, várias vezes, ele contornou a rua como se tivesse errado o caminho para entrar em outra.

- Parece bêbado. - Diz a moça.

- Não está.

- Como sabe?

- Por que durante as voltas que deu ele não cambaleou ou tramou as pernas nenhuma vez. Vejo que parece perdido. Isso é bom.

- Por quê?

- Por que enquanto ele estiver preocupado em achar o caminho não nos ouvirá chegar e teremos a surpresa ao nosso favor.

Nesse momento, o homem entra em uma rua que parece não ter saída. Chantal olha para a jovem aprendiz e faz um sinal com a cabeça. Aimée confirma o sinal e numa sincronia perfeita os dois pousam silenciosamente nas costas do homem perdido.

O homem se vira para retomar o caminho. Quando se dá conta, vê a jovem parada na sua frente. Aimée estava apenas o observando e isso fez com que o ele não sentisse medo. Então, como se estivesse hipnotizado, caminhou até ela. Por um breve momento, Aimée lembrou-se da primeira vez que vira Chantal e pode entender: não era preciso que fizesse nada. Ela, assim como o mestre, possuía um encanto próprio, um charme misterioso que podia atrair a maior parte dos humanos.

(continua...)

Pegou a estória pela metade? click aqui e veja como tudo começa!

20 comentários:

Adriana disse...

Confesso que este tipo de história não faz muito o meu estilo, mas o fato de vc postar partes, deixa as pessoas bem curiosas, independente de gostar ou não.

Grande abraço.

K∂riиє* disse...

Eu ja' tinha escrito isso antes,mas seus textos lembram Paulo Coelho e parece que essa historia se passa na Irlanda,com excecao de que aqui,nao se identifica bebado como descrito no texto,eles nao cambaleiam ! Muito legal !

Beijos meus

Augusto Namitala Barbosa disse...

No Brasil agora que está aparecendo, mas nos eua por exemplo, tem muitos livros que foram escritos em um blog, e fizeram muito sucesso tanto na web, e mesmo sendo aberto, venderam muitas copias.

→ Ana ... disse...

Primeira vez que vejo um blog livro! Legal, gostei!! :B

Manoel Leonam disse...

Não entendi muito, blog livro tem esse problema, tem quem chega tem que ler o que já passou e eu não sou muito fã do gênero aqui. De qualquer forma, boa sorte.

cafeinalucinogena disse...

Gostei da idéia, nunca tinha visto algo parecido :~

Curti o desenredo da história também hehe (favoritado já)

Abraço ;*

@wagnerjuniior

Byers disse...

Oie flor.

=D chantal rules.

Ah, olha eu dando uma de chato, cola um banner da sunshine no sue blog? =p por favor por favor por favor, oba.

=D não seja malvada, simmmmmm?

Igor Feijão disse...

Novo capítulo de Legado!!

O que significa esses sonhos do garoto Dylan?

Acompanhe para descobrir >> http://palavrasdofeijao.wordpress.com/

Igor Feijão disse...

Mto bacana! Gosto de historias escritas por anonimos =D
___________________
____

Postei um novo capítulo de Legado, onde o Lex Luthor encontra um cristal estranho.

Lê lá e comenta oq está achando, ok?

http://palavrasdofeijao.wordpress.com/

catrak disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dina disse...

e agora e agora e agora?????

Erick disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Erick disse...

quando vc vai postar as putras partes do seu livro, estou curioso para saber o final

@_CarinaG disse...

Gostei da idéia do blog livro! Muito bom! :D

Synthetic Darkness disse...

quando sai mais capitulos? ou vc abandonou?

Karolline disse...

hehe
mais um blog abandonado...
O terceiro blog livro pela metadade que encontrei.

O que será q faz as pessoas desistirem?

Tici Soares disse...

Oi, estou seguindo o seu blog! Siga o meu tmb www.entreaspasblog.com. Espero q goste!

Beijaooo

Tici

http://paulistaon-lyne.blogspot.com disse...

http://paulistaon-lyne.blogspot.com/

Gostei do Blog seguindo

sports protein\Proteina definitiva disse...

http://mestrekato.blogspot.com/

Olá sou da comunidade de blogs,e adorei seu blog
seu blog e excelente você escreve muito bem ,espero que possa visitar o meu e claro se puder
seguir seria um prazer Escrevo sobre filosofia e Artes marciais e claro se quizer fazer algum tipo de parceira deixa seu link do blog lá.obr

Jaqueliine Souza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário!
Prometo que assim que tiver um tempinho responderei =D

 
Le Pivione - O blog livro © 2008. Design by Pocket
Creative Commons License
Le Pivione by Mônica M. do Amarante is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License
BlogBlogs.Com.Br