quinta-feira, 22 de outubro de 2009

(8) O despertar (Parte VI) Malkavian’s Life

quinta-feira, 22 de outubro de 2009
A jovem perdeu seu foco, não conseguia se concentrar em coisa alguma. Os objetos, que antes pareciam começar a se mover, agora faziam festa ao seu redor. Conversavam, gritavam, cantavam. E, sem perceber, Aimée embarca naquele delírio.

Chantal que a observava do canto da sala, não se atreveu a interromper aquele momento. Ele sabia que, durante seus lapsos de loucura, Malkavians eram extremamente voláteis e inconstantes. Como um especialista, um terapeuta profissional, o homem analisava cada ação, cada traço da crise que Aimée vivenciava: Ela jogava os objetos para cima, sussurrava coisas a eles entreolhando Chantal, como se os contasse um segredo. E, horas depois, quando acabou a sua sessão de pulos na cama, a jovem adormeceu.

Aimée acorda. Olha o velho relógio de parede e constata que passara dormindo mais um dia. Imóvel, ao lado de sua cama, está Chantal. Com um leve sorriso, o homem toca o rosto da jovem de forma carinhosa, parecendo orgulhoso pela forma com que se comportara.

- Sente-se bem? - Diz ele num tom amável.

A jovem sentia-se tonta e não lembrava exatamente o que havia se passado no dia anterior. Mas dessa vez, algo mudou. Pela primeira vez ela conseguiu sentir a alma de Chantal e isso a emocionou. Não queria admitir para ela mesma: embora o homem tivesse a tirado da condição de humana era, de fato, muito gentil e, em momento algum, a deixara.

- Só estou um pouco tonta... O que aconteceu ontem foi real?

- Apenas para você... Lembra que havia lhe falado sobre nosso clã?

- Sim, lembro. Então é assim que tudo acontece? Não somos loucos a maior parte do tempo, temos apenas surtos com objetos voadores?

- Na verdade não Aimée. Nem todos têm o mesmo tipo de distúrbio e, alguns se envolvem tanto em suas loucuras que acabam vivendo dentro delas.

Aimée tremeu diante da resposta. Por mais constante que Chantal parecesse, a ideia de viver presa com seus pensamentos, por toda a eternidade, soava como um pesadelo.

- Sei que já lhe perguntei isso antes, mas é muito importante para mim. Por que eu Chantal? – Tinha noção que talvez ele não a respondesse novamente, porém precisava tentar. Precisava entender por que ela deveria passar por todo aquele tormento.

- Sabe Aimée... Nem todos os vampiros vivem em grupos. Há mais de um século vivo sozinho enfrentando os pesares de ser assim. Uma tragédia inevitável eliminou com cada ser por quem eu cultivava algum tipo de sentimento nesse mundo. Foi então que eu vi você: sozinha assim como eu. Você precisava entender o mundo, precisava de uma razão para estar nele e eu, de uma amiga para deixar a eternidade que tenho pela frente um pouco menos escura.
- Você queria companhia? – O interrompe, impressionada com a simplicidade da resposta.

- Quase isso. Há algo mais. Deixe-me lhe servir algo e, depois, prometo lhe contar tudo que quiser.

(continua...)

6 comentários:

K. Müller disse...

huh, fic de vampiros (não sei se vc chama isso de fic, mas td bem
gostrei mto daqui, você escreve mto bem ^^
bjs pra ti

Silvio disse...

Nossa, estou adorando seu blog ;)

Parabéns pelas postagens e por esse jeito que você retrata as histórias (parece tão real).

Já tornou meu livro virtual!

Beijos.

Rafael Bela disse...

muito bom...

Lauuuu* disse...

Historia perfeitaaaa
vc descreve mto bemm

adoreii

bjao

JacK B. disse...

Interessante essa história, gostaria de ter mais tempo para lê-la, embora esse lance de vampiros por estar em alta, acabe ficando em baixa comigo.
Mas você escreve bem, parece uma história intrigante.

::mônica:: disse...

Obrigada à todos! Farei o possivel para mantê-la assim e, se puder, deixá-la ainda melhor! =)

abs a todos!

Postar um comentário

Obrigada por deixar seu comentário!
Prometo que assim que tiver um tempinho responderei =D

 
Le Pivione - O blog livro © 2008. Design by Pocket
Creative Commons License
Le Pivione by Mônica M. do Amarante is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License
BlogBlogs.Com.Br